Alguma vez você já comprou um presente, mas o produto só foi entregue três dias após o prazo de entrega e depois da data especial?

Quando essa situação acontece com os clientes, eles ficam irritados, se sentem frustrados com sua empresa e sentem que a compra não foi boa.

Esse tipo de situação expõe sua empresa a riscos de perda de clientes, falta de recomendações deste cliente para o seu grupo e até impede novos negócios caso ele use os canais de reclamação online ou as redes sociais para manifestar seu descontentamento.

Se não controlados, esses problemas logísticos podem comprometer os resultados da sua empresa, visto que atrasos no prazo de entrega ou falta de qualidade no transporte e nos produtos invariavelmente causam altos prejuízos.

Por isso, separamos 4 dicas de como minimizar esses prejuízos e organizar o setor de logística de sua empresa.

Terceirização de serviços

Terceirizar os serviços de transporte pode ser uma ótima opção para as empresas que possuem baixa demandada ou que não queiram consumir tempo de suas áreas para enfrentar dificuldades com a logística de suas entregas.

Isso porque as responsabilidades trabalhistas e de treinamento de funcionários, definição de rota, contratação de seguro etc., passam a ser da transportadora contratada.

É claro que sua empresa deve definir alguns pontos importantes em contrato com o prestador de serviços, como:

Responsabilidade pela danificação do produto no transporte

Para estabelecer essa responsabilidade, a transportadora deve assinar um termo dizendo em que condições retirou o produto de sua empresa ou qual será o padrão de seus transportes.

Desta forma, possíveis danos na embalagem ou até no equipamento transportado ficam sobresponsabilidade da transportadora.

Definir taxa de frete

É importante que sua empresa calcule se a taxa de frete cobrada pela transportadora é justa aos serviços prestados.

Neste sentido, a taxa de frete não pode ser maior ao valor que sua empresa gastaria para transportar o produto ou para usar serviços dos Correios, por exemplo.

Também é importante estabelecer taxas fixas, que possam ser calculadas por trecho ou quilômetro rodado, podendo sofrer acréscimos em caso de fragilidade do produto transportado, por exemplo.

Prazo de entrega

O prazo de entrega é tão importante quanto a entrega efetiva do produto. Isso porque o cliente quer receber o produto que adquiriu o mais depressa possível ou, pelo menos, dentro do prazo que foi prometido.

O não cumprimento desse prazo vai ferir a marca da sua empresa e não da transportadora, pois o cliente depositou sua confiança em sua marca.

Adoção de um software de logística

O uso de um software logístico é capaz de emitir todos os documentos necessários, como Danfes e NFs, e até definir o melhor fornecedor ou taxa para que uma entrega seja viabilizada, com o menor custo ou no menor prazo possível.

Ao utilizá-lo sua empresa, você economizará tempo dos gestores que antes se preocupariam em desenvolver ou acompanhar essas tarefas.

Acompanhamento do transporte da mercadoria

Com a ajuda do software você pode acompanhar e rastrear em tempo real onde está a mercadoria e até estabelecer uma nova estratégia, caso ocorra algum acidente ou desvio que comprometa a entrega dentro do prazo.

Também pode dar um feedback a seu cliente de onde está o produto que ele adquiriu e a previsão para que o próximo trecho seja concluído. Isso elimina a ansiedade do seu cliente e gera mais confiança em sua marca.

Pesquisa de satisfação com o cliente

Dois dias após a entrega da mercadoria é importante que sua empresa entre em contato com o cliente para saber se a entrega do produto foi satisfatória, se a mercadoria chegou com qualidade, sem defeitos e se está funcionando.

Isso gera maior satisfação a seu cliente, pois ele se sentirá que sua empresa se importa com ele.

Nesse momento, também é possível oferecer produtos complementares ou similares ao adquirido.

Por exemplo: se o cliente comprou uma televisão, em seu contato você pode oferecer um home theater com 10% de desconto.

O processo de logística da sua empresa já segue essas dicas?

Quais outras estratégias você utiliza diariamente?

Compartilhe conosco sua experiência!