Inovar é preciso em todos os setores e em todas as épocas. Mas, nos momentos de crise, é ainda mais indispensável, afinal os consumidores estão em busca de novas formas de consumo, que sejam mais adequadas às suas realidades e que lhe tragam benefícios. Diante desse cenário, muitos empresários se questionam como praticar a inovação na empresa.

O ideal é que a inovação seja uma verdadeira cultura organizacional, mas para chegar lá é preciso estar atento a algumas etapas que englobam desde o relacionamento das lideranças com as equipes, até a captação de novos talentos para os seus times.

Quer saber mais? Continue a leitura.

Por que inovar é importante?

Inovar pode ser desde realizar uma tarefa de forma diferente (e mais eficiente), até mesmo lançar novos produtos ou serviços que diferenciem a sua empresa da concorrência.

Justamente por isso, essa prática pode trazer muitos benefícios ao seu negócio, como: redução de custos, aumento da velocidade de produção, ampliação da atuação para novos mercados, aumento da produtividade, aumento da margem de lucro, diferenciação da sua marca perante o público-alvo de interesse e muitas outras vantagens.

E, em um mercado cada vez mais competitivo e com clientes com grande acesso à informação, a inovação é o que pode fazer com que a sua empresa se destaque e seja vista como diferenciada pelos seus consumidores, inclusive ajudando a se manter e expandir sua atuação em momentos de crise.

Como colocar em prática a inovação na empresa?

1. Modifique suas lideranças

Para que seus funcionários sintam-se à vontade para propor novas ideias e soluções é preciso que haja um clima organizacional que permita o debate e a comunicação.

Assim, repense a sua liderança e garanta liberdade e espaço para a exposição de novas ideias, inclusive, incentivando-as.

2. Tenha equipes multidisciplinares

Qual é a melhor forma de encarar um problema de uma forma diferente? Contando com visões distintas acerca da mesma situação. E para conseguir isso, você terá de contar com profissionais especialistas em áreas diferentes que poderão contribuir com novas ideias e formas de encarar os processos.

Dessa forma, invista em criar equipes multiculturais e multidisciplinares para vários projetos, favorecendo a troca de experiências e de olhares sobre a mesma situação.

3. Incentive seus colaboradores

A maior parte das ideias inovadoras surge das equipes internas das empresas. Afinal, se você pretende inovar na produção de determinado item, nada melhor do que ouvir quem passa o dia todo trabalhando naquele setor, não é mesmo?

Mas, para que seus colaboradores queiram contribuir com novas ideias, é preciso que eles se sintam acolhidos e motivados para “pensarem fora da caixa”.

Você pode criar canais específicos de comunicação para essa finalidade, promover atividades que ampliem a criatividade, fazer reuniões de tempos em tempos para ouvir as sugestões de cada um dos setores e pensar em incentivos financeiros para quem contribuir com novas ideias (como bônus, viagens ou participação nos lucros).

4. Utilize o modelo de inovação enxuta

Também conhecido como lean innovation, esse método surgiu nas startups e vem sendo usado com sucesso por várias empresas. O modelo utiliza o conceito de mínimo produto viável e de testagem acelerada em condições reais de mercado.

A ideia é que você vá refinando o conceito inicial através das interações no mercado, reduzindo os custos e aumentando a velocidade de implantação das inovações.

5. Acompanhe os processos de inovação

Como saber se os esforços inovadores estão trazendo o resultado esperado? Acompanhando os processos e usando indicadores adequados para cada inovação sugerida e implantada.

A falta de controle pode levar a sua empresa a não ter noção real da geração de resultados e acabar desperdiçando boas ideias ou ainda adotando medidas pouco inovadoras, ou que não tragam resultados reais.

6. Ouça seus clientes

Além do público interno, é normal que o seu cliente tenha ideias que agreguem soluções inovadoras para o seu negócio. Por isso, mantenha um canal de comunicação com essas pessoas e sempre considere as críticas recebidas como forma de melhorar o serviço ou produto que você tem ofertado.

Com essas dicas, ficou mais fácil praticar a inovação na empresa? Aproveite e veja o nosso post completo com dicas para inovar e se destacar na área de logística!