Marketplaces são sites que geralmente possuem muito tráfego e disponibilizam espaço de venda para revendedores atuarem. Similares aos shopping centers, eles canalizam uma quantidade grande de pessoas e cobram para que lojistas estejam lá, à disposição dessa clientela.

A produção e a distribuição dos produtos vendidos continua sendo responsabilidade das lojas, como sempre foi. A única coisa que o marketplace entrega é: tráfego. Se ele é qualificado ou não para você, depende do seu nicho.

Quais as vantagens e desvantagens de marketplace e e-commerce? O primeiro traz mais tráfego, mas e a margem de lucro? E qual é mais fácil de operar quando pensamos em logística e prazos de entrega? Veja as respostas para essas perguntas neste post.

Quais as vantagens de um marketplace?

Por possuírem grande tráfego, marketplaces geralmente investem bastante em marketing para que esse tráfego retorne. Campanhas da Rede de Display do Google, do Google AdWords e do Facebook Ads são gigantes nesses players, e isso é feito “de graça”. Não é totalmente grátis, pois o lojista paga uma porcentagem do que vender para o marketplace. Ou seja, você paga para que o marketplace divulgue sua marca.

Tomemos como exemplo um vendedor de produtos de beleza que queira divulgar mais sua marca. Basta entrar em contato com o marketplace do seu nicho e verificar a taxa cobrada ― que pode variar de 10% a 40% do valor final da venda.

A vantagem é que você está investindo em marketing digital de forma fácil, pois a interface dos marketplaces é de fácil utilização, a clientela que já os conhece passa a te conhecer também e você começa a conseguir novos clientes. A porcentagem da venda se torna então investimento em marketing.

E as desvantagens?

Alguns marketplaces escondem os dados do cliente ou não permitem que o produtor entre em contato diretamente com quem comprou o produto. Isso em questões de logística é um pouco prejudicial. Como já mostramos em outro post, o sucesso na entrega dos produtos afeta diretamente a satisfação da clientela.

Além disso, caso um produto seja extraviado, o cliente recebe um vale desconto para utilizar no marketplace, não em sua loja. Aí a chance de ele comprar em outra loja dentro do marketplace é grande, e a responsabilidade disso não é diretamente sua.

Quais são as vantagens de um e-commerce?

No e-commerce, você tem controle total dos custos de logística e dos dados do seu cliente. Caso algo dê errado na entrega, você pode contatá-lo diretamente e fazer alterações no envio do pedido.

Se ele não receber o produto, pode receber um vale desconto para utilizar apenas em sua loja e não em lojas concorrentes e, o melhor de tudo, você pode voltar a impactar esse cliente com sua própria campanha de marketing digital.

No exemplo dos produtos de beleza, você pode criar uma campanha de Display para clientes que já compraram produtos no inverno para voltarem a comprar de você no verão.

E as desvantagens?

A desvantagem é que você precisa pôr a mão na massa e criar essas campanhas. Se for com a ajuda de uma agência de marketing digital, vai precisar coordenar tudo que vai para o ar e isso toma tempo. Mas o retorno do investimento de tempo é dinheiro, então vale a pena.

Agora que você já sabe a diferença entre marketplace e e-commerce, descubra como prever e solucionar os principais problemas de logística.